Iniciativa: o início da ação?

            ↺ Voltar

WhatsApp Image 2018-09-11 at 09.38.11

Terça-feira é dia dos empreendedores no Blog da Park Idiomas, e nesta semana vamos dedicar este espaço para falarmos de mais um capítulo do livro “Inteligência Volitiva”, de autoria do nosso CEO Eduardo Pacheco.

No terceiro capítulo, intitulado “Iniciativa – O Início da Ação”, a pauta é a nossa capacidade de agir e seu caráter determinante em uma empreitada de sucesso. De acordo com o livro, esta capacidade é o que diferencia o “real” e o “sonho”.

Para ser um homem de ação, o primeiro passo é ter consciência de que o seu futuro será determinado por tudo aquilo que você realiza hoje. A partir desta concepção, a autoconfiança nos frutos de seu trabalho surge e a ansiedade e a desconfiança em relação ao futuro passam a ser figurantes na sua trajetória.

Uma das prerrogativas do espírito realizador é a coragem. O medo, seja ele de errar, fracassar ou de sentir-se diminuto e menos importante é o maior empecilho para o desenvolvimento da iniciativa, já que elas advêm de comportamentos inseguros e dependentes da imagem do “outro”. Este medo de perder, inexistente nos indivíduos de coragem, acaba abalando nossa capacidade de agir.

A transformação de nossa jornada empreendedora em uma jornada de sucesso no mundo dos negócios depende exclusivamente da inibição de nossos medos e da tomada da iniciativa. Sem ela, o início da ação, nada muda – e somente por meio dela podemos ser homens e mulheres de realizações. Para adquiri-la, além da coragem, é imprescindível a inquietação, um incômodo e uma perturbação naturais sobre a estagnação e a não realização.

A iniciativa é, portanto, uma das bases da inteligência volitiva, ao lado do inconformismo e da paixão pelo seu propósito.

Se você se considera um homem ou mulher de ação, fique esperto: a Park Idiomas está esperando por você! O time Park está sempre em busca de empreendedores e investidores que compartilhem dos nossos ideais e estejam prontos para revolucionar o mercado de idiomas. Vamos agir? \0/