O que você precisa para começar uma start-up

      ↺ Voltar

Cada vez mais brasileiros estão partindo para o empreendedorismo, como afirmam os dados da pesquisa Global Entrepreneurship Monitor (GEM), realizada pelo Instituto Brasileiro de Qualidade e Produtividade (IBQP). Nosso país tem marcado presença na lista de países mais empreendedores do mundo e possui uma taxa de empreendedorismo inicial de 21% – fazendo os brasileiros superarem até mesmo os chineses.

Ainda em números, estudos afirmam que quatro em cada dez brasileiros estão envolvidos na criação de uma empresa, representando um aumento na taxa de empreendedorismo – a maior dos últimos 14 anos. Por esse motivo, hoje vamos falar um pouco mais sobre o que você precisa para se preparar para um ambiente de start-up – que costuma ser diferente das empresas tradicionais.

Para trabalhar neste tipo de empresa, é preciso compreender que você estará lidando frequentemente com um ambiente instável e cheio de riscos, bem como um trabalho mais dinâmico e menos burocrático. Essa nova dinâmica criou a necessidade de novas habilidades, e a Park Idiomas destacou algumas delas para você se ligar.

  1. Criatividade: Ela é um fator decisivo num ambiente de inovação! Encontrar novas soluções, remodelar o negócio, otimizar processos… tudo isso é extremamente necessário numa empresa que ainda está se consolidando no mercado.
  2. Growth Hacking: Os dados numéricos sempre foram importantes no meio corporativo, mas com o apogeu do ambiente digital, eles adquiriram um espaço de protagonismo. Nesse sentido, o growth hacking aparece como uma habilidade nova, voltada especificamente para dados com base tecnológica.
  3. Agilidade: Com a rotina dinâmica das start-ups, uma gestão ágil de tempo faz toda a diferença no dia-a-dia, afinal, uma das principais vantagens competitivas das start-ups é a velocidade.
  4. Storytelling e oratória: Além de contar boas histórias, saber como conta-las é essencial. Apresentar produtos, fazer o pitch da empresa para investidores, posicionar o negócio no mercado – tudo isso fica muito mais fácil e fluido com o desenvolvimento dessas habilidades.
  5. Autonomia: Em start-ups, esperar ordens de um superior para realizar seu trabalho representa uma imensa perda de tempo. Esse tipo de empresa, inclusive, é caracterizado pela hierarquia horizontalizada. Por isso, saber gerir seu tempo e responsabilidades vai te ajudar a manter sua produtividade. Aprender a ser um profissional autônomo é um diferencial importante.

 Tomou nota? Então invista um pouquinho do seu tempo no desenvolvimento dessas habilidades e esteja bem preparado para arrasar no mercado de trabalho!