Geração Y decide investir em franquias de idiomas

      ↺ Voltar

Pessoas com tablets na mão, conversando e rindo

A Geração Millenium, também chamada de Geração Y, são aquelas pessoas que nasceram entre 1980 e o ano 2000. São as que, já entraram ou estão entrando no mercado de trabalho, mas possuem uma visão empreendedora. Elas querem ter o próprio negócio e fazer com que ele seja um grande sucesso. Um caminho “mais rápido” para a realização desse objetivo é investir em franquias de idiomas e é exatamente isso que estão fazendo.

O motivo para isso é que essa geração foi a que mais vivenciou as mudanças, especialmente as tecnológicas. Ela viu a máquina de datilografar e hoje trabalha com supercomputadores, viu também as linhas telefônicas caríssimas, que custavam um valor exorbitante e hoje podem usar planos de celular que ligam para qualquer número por um preço mil vezes menor e isso não é força de expressão.

Por todos esses motivos, a Geração Millenium trilhou um caminho diferente das outras e hoje, muitos estão firmes no objetivo de investir em franquias de idiomas. Mas por que esse nicho especificamente? E por que as franquias se tornaram o melhor caminho? Confira abaixo as respostas para essas e outras perguntas!

Por que os jovens querem investir em franquias de idiomas?

A Geração Millenium é consumidora

Antes de serem empreendedores, estamos lidando com pessoas que são potenciais consumidores. As facilidades de pagamento e do uso de cartão de crédito permitem a elas comprar diversos itens parcelados em várias vezes. Por serem grandes consumidores, identificam problemas no mercado entre os fornecedores de produtos e serviços. Por isso, acabam se tornando empreendedores e passam a oferecer um serviço melhor, com aquilo que está faltando entre os concorrentes.

Querem ter o próprio negócio

Essa é outra característica peculiar desse grupo. Na época dos nossos pais, as pessoas estavam empregadas em órgãos públicos ou, os mais abastados, faziam faculdade. Eram raras as pessoas que, nessa época, se arriscavam no mundo do empreendedorismo, até porque, a cultura e a forma de pensar eram diferentes.

Hoje, são muitos os jovens com um diploma na mão e diversas especializações sem conseguir uma colocação a altura do currículo no mercado de trabalho. Além disso, eles não focam apenas no valor da remuneração, eles querem qualidade de vida. Ficar perto da família, fazer o próprio horário e ter possibilidade de maiores ganhos são grandes atrativos.

Valorizam a função social do negócio

A Geração Y não quer mais ter um negócio apenas por ter, ele deseja que o seu negócio faça parte de uma transformação social e investir em franquias de idiomas certamente oferece esse benefício. Ele estará levando educação (algo bastante desvalorizado no nosso país) para diversas pessoas de diferentes classes sociais.

Além disso, também estão ajudando pessoas que desejam ingressar o mais rápido possível no mercado de trabalho ou que estão em busca de um cargo em uma empresa melhor. O fato de ter conhecimento em outro idioma, especialmente o inglês, agrega e muito ao currículo, podendo ser o diferencial entre outros candidatos.

Leia também: Como deve ser o perfil de um empreendedor no mercado de franquia de idiomas

Investimento inicial acessível

Os jovens da Geração Y se preocupam mais com a questão financeira, têm mais acesso a aulas e cursos sobre o assunto. Por isso, antes de investir, eles pensam muito bem no assunto. Por isso, a quantidade de pessoas que preferem abrir uma franquia está crescendo. O investimento inicial costuma ser menor e as chances de se manter no mercado são maiores. Pense bem, abrir uma franquia é abrir um negócio que já possui reconhecimento no mercado e já possui um plano de ação.

Eles estão dispostos a investir desde que saibam o potencial daquele negócio. Por exemplo, apostar em uma franquia que pode gerar um lucro líquido médio de R$ 15 a 20 mil por mês não é nada mal.

Resultados mais rápidos

As franquias de idiomas estão se adaptando mais rapidamente ao que o mercado de trabalho vem pedindo. Os jovens não querem mais passar 3, 4, ou 5 anos para concluir um curso de inglês. Eles desejam isso em bem menos tempo, às vezes, preferem um curso intenso, pois tudo no mercado se tornou mais urgente.

Optar por uma franquia que consiga ensinar bem ao aluno o que ele precisa aprender em uma velocidade 5 vezes mais rápida em comparação às escolas de idiomas convencionais, certamente é um bom motivo para gerar mais matrículas. E não apenas isso, a taxa de retenção de alunos passa a ser maior. Quando ele percebe que falta pouco tempo para concluir o curso, é mais fácil fazer um esforço maior e terminar para ter o certificado.

Investir em franquias de idiomas é um ótimo negócio, especialmente para aqueles que estão buscando o caminho do empreendedorismo. Uma franquia consegue passar uma segurança maior, não só para o gestor do negócio como também para quem deseja contratar os serviços. Além disso, você recebe treinamentos e todo o auxílio que precisa para não só para fazer o curso funcionar como também para que ele ofereça os resultados esperados.

Que tal abrir a sua própria franquia de idiomas? A Park Idiomas é uma excelente opção e conta com diversas vantagens. Entre em contato com a gente e saiba mais informações!